Clip Click

Acadêmicos do Tucuruvi levou o circo para a avenida

Escola de samba emocionou ao mostrar a trajetória de Mazzaropi no circo, no teatro, no rádio e no cinema. Acabou em sexto lugar no Carnaval paulistano com a nota 268,3. A campeã, a Mocidade Alegre, obteve 268,9.

Edilson Dantas/ Diário SP

 

Para homenagear o comediante Mazzaropi, a Acadêmicos do Tucuruvi “trouxe logo na primeira alegoria as cores e a irreverência de um circo e, de cara, transformou a avenida num picadeiro. Não poderia ter acertado mais. Afinal, foi exatamente assim, num circo, que Mazzaropi começou a divertir o público e, como contava o enredo, de aprendiz virou mestre”,  afirma o “Diário de S.Paulo” (11/02/2013).

O ator Julio Lima interpretando Mazzaropi  

“Integrantes de uma companhia de dança da zona leste de São Paulo puxaram a escola fazendo acrobacias na comissão de frente, vestidos como palhaços de circo. Eles ensaiaram quatro vezes por semana desde outubro para se apresentar neste Carnaval”,  segundo o site G1 (10/02/2013 – 05h55).

“Para cantar o enredo ‘Mazzaropi: O Adorável Caipira. 100 Anos de Alegria’, a escola desfilou com 3.500 componentes, divididos em 23 alas”.

Os cinco carros alegóricos “representavam as cinco áreas de atuação do artista: o circo, por onde o artista passou na adolescência; o teatro de rua, mambembe; o rádio e sua consagração como artista; o programa ‘Rancho Alegre’; e a sua trajetória no cinema”, acrescenta o G1.

O destaque do primeiro carro foi o ator Julio Lima, de 47 anos. Ele interpreta há dez anos o “personagem Philaderpho, um típico caipira da roça inspirado em Mazzaropi. O rapaz, de Taubaté, mesma cidade onde o homenageado viveu, introduziu passos de samba na caracterização e cantou o enredo o tempo todo”, de acordo com o “Diário de S.Paulo”.

No ritmo da escola, ou seja, da graça do comediante Mazzaropi, “o público não parou de sorrir”. A homenagem da Tucuruvi a Mazzaropi surgiu a partir do centenário do artista, completado em 2012.

Tags: , , , ,

Deixe um comentário

*