Comentários

Aprendiz de Maestro volta à Sala São Paulo

 

  

 

Luciana Gandelini, especial para Panis&Circus*

Aprendiz de Maestro, que completa 15 anos, em 2017, está de volta à Sala São Paulo, no sábado 18/3, com o episódio “Master-Class com a Marquesa” – que conduz o público infantil pelo universo do compositor Heitor-Villa Lobos com canções como “Cai-Cai Balão”, “Samba Lelê” e “O Cravo e a Rosa”. 

O espetáculo tem a participação dos atores Paulo Goulart Filho, Mariana Elisabetsky, da cantora Sheila Negro, dos bailarinos da Cia. Dans La Danse, além da Sinfonieta TUCCA Fortíssima. A direção musical fica por conta do maestro João Maurício Galindo. É a única série de música clássica para crianças com orquestra, circo, teatro e balé. Diversão garantida e de qualidade.

A programação desse ano inclui episódios inéditos e outros consagrados como “A orquestra do Sargento Pimenta” com músicas dos Beatles e “O Mundo de Ludovico”, que fala de Beethoven.  A renda dos espetáculos é revertida para a Tucca – associação para crianças e adolescentes carentes com câncer.

Panis & Circus que apoia a série Aprendiz de Maestro, da Tucca, foi conferir a apresentação do espetáculo “A volta ao mundo em 80 compassos”, que proporcionou às crianças uma viagem lúdica à terra de importantes compositores, em 29.10.2016, na Sala São Paulo.

 

General TUC (Moreno) em A volta ao mundo em 80 compassos / Foto Asa Campos

 

O general TUC, representado pelo ator Carlos Moreno, chega com saudações intergalácticas para as crianças da Sala São Paulo e avisau: “Acabo de chegar do planeta Tucca! Estou de férias, resolvi viajar e quero algo maior!” 

Para ajudá-lo nesta viagem a Agência de Viagens do ‘Agente XYZ’ , que já fez história no Aprendiz de Maestro primeiro com a “Viagem pelo Brasil”, depois com “Viagem pelo Tempo de Vivaldi”; envia agora o ‘Agente DaVez’, representado pelo ator Rubens Caribé, que fará de tudo para que um simples passeio pelo Velho Continente, se transforme em uma inesquecível aventura musical.

 

General TUC diz que só tem uma hora de férias para viajar pelo mundo / Foto Asa Campos

 

O Agente DaVez comenta que para uma viagem bacana, precisaria de 80 anos. Mas o general TUC explica que só tem 1 hora de férias, então o maestro João Maurício Galindo sugere uma viagem pelas ondas musicais: “Em lugar de uma volta ao mundo em 80 dias, faremos uma volta ao mundo em 80 compassos!”

 

Agente DaVez e o General TUC preparam-se para "A Volta ao Mundo em 80 Compassos"/ Foto Asa Campos

 

As crianças se entusiasmam para embarcar na viagem e o animado agente, gira um grande globo terrestre para saber o lugar que as ondas musicais vão parar. E o primeiro destino é a imperial Áustria de Johann Strauss Jr, compositor que atraia multidões para ouvir seus concertos. A Sinfonieta Tucca Fortíssima, sob a regência de João Maurício Galindo, executa a famosa valsa Danúbio Azul e o maestro explica que o povo austríaco a considera como um verdadeiro hino nacional. Enquanto isso, os dois atores fazem uma coreografia divertida como se estivessem nadando nas tranquilas águas do Danúbio.

 

Agente DaVez (Caribé) preparado para a viagem/ Foto Asa Campos

 

O globo gira novamente e o destino é a França, terra da luz, queijos e vinhos. O maestro conta a história de Jacques Offenbach, que escreveu a mais famosa trilha sonora para o Can-Can. Em frente à Torre Eiffel, o agente DaVez e o general TUC dançam Can-Can, que batem palmas para acompanhá-los.

 

Agente DaVez e General TUC dançam Can-Can / Foto Asa Campos

 

A viagem segue e os dois vão parar na Espanha, terra de Dom Quixote, onde Isaac Albéniz, que era um menino prodígio, realizou seu primeiro recital com 4 anos de idade. O maestro conta a história deste compositor e pianista, que já chegou a tocar piano de costas para agradar marinheiros, no porto onde trabalhava. E que mais tarde, acabou revolucionando a música da Espanha. No clima do local, general TUC e o agende DaVez participam de uma inusitada tourada! As crianças se excitam quando ao final eles pensam que o touro ficou solto, mas descobrem que na verdade o barulho era apenas o estômago do maestro que estava faminto.

 

Agente DaVez participa de uma tourada na Espanha / Foto Asa Campos

Girando o globo novamente, eles escolhem a Itália para matar a fome e para contar a história de Gioachino Antonio Rossini, que foi um dos responsáveis por abrir o apetite dos italianos para a ópera.

 

Agente Da Vez (Caribé) e General TUC (Moreno) chegam a Itália / Foto Asa Campos

 

Na sequência, eles partem para a Alemanha, terra de Johann Sebastian Bach; Polônia, terra de Frédéric François Chopin; República Tcheca, de Bedřich Smetana, que assim como Beethoven compôs grande parte de duas músicas, acometido de surdez total. Ao final, simbolizando o rio onde Smetana costumava nadar, o general TUC e o agente DaVez, se aproximam das crianças para navegar com uma boia e um patinho.

O passeio é encerrado na Hungria e os atores partem para o meio do público, encantando a todos com bolhas de sabão, e as crianças os seguem e se divertem. Após uma grande viagem pelas ondas sonoras e pela imaginação, o público saiu encantado.

 

Rubens Caribé, o maestro João Maurício e Carlos Moreno / Foto Asa Campos

 

Eliane Caliguri, psicanalista, 66 anos comenta a experiência com o projeto: “Já é a segunda vez que venho e pretendo o ano que vem vir a todos os espetáculos. É maravilhoso, emocionante, comovente e muito bem feito. Trago minhas netas para que elas se sensibilizem tanto com a causa, quanto para aproveitar a questão cultural.” Ela comenta que as netas Maria Julia, 8 anos, Ana Laura, 6, e Bianca, 4, conhecem música clássica. “Elas gostam de muitas áreas de opera. Estamos tentando sensibilizá-las para que elas gostem e comecem a ouvir mais música clássica. Faz parte do contexto da família. Eu toco piano, elas fazem música, cantam no coral da escola. Por isso, todas nós gostamos muito do espetáculo de hoje”

 

Carlos Moreno, General TUC, fala ao Panis & Circus / Foto Asa Campos

 

Um dos convidados da vez, o ator Carlos Moreno, que ficou nacionalmente conhecido por ser o garoto propaganda de uma empresa de palhas de aço brasileira, comenta sua participação como general TUC: “Eu já fiz uma participação anterior, dois anos atrás, que era um espetáculo sobre o Villa Lobos. Agora surgiu esse convite para fazer parte deste episódio. É um processo rápido, mas a equipe é bacana, um envolvimento tão grande de todo mundo pela causa e pelo talento das pessoas que estão aqui, que é uma energia muito boa, todos muito focados para dar tudo certo. A energia que colocamos no palco e a energia que recebemos do público, faz esse trabalho valer muito a pena. Fico muito feliz de poder participar.”

O diretor Paulo Rogério Lopes, comenta sobre o personagem general TUC e sobre o conceito criado para o planeta TUCCA, de onde ele vem: “Não havia um personagem no Aprendiz de Maestro”. Então criamos um conceito de que o Aprendiz de Maestro é o príncipe Tuquinha, do planeta Tucca e viemos semeando isso em vários espetáculos. Criamos essa história de que ele está vindo para o planeta Terra para aprender tudo sobre música, pois descobriu que a música alegra e o planeta dele que estava ficando muito triste. Ele começou a captar através de aparelhos, os sons que vinham da Terra, mais especificamente da Sala São Paulo. Ele descobriu o poder da música. Que é para falarmos um pouco da “Música pela Cura” da Associação Tucca.”

 

Ficha técnica: “A Volta ao Mundo em 80 compassos”

Rubens Caribé, Maestro João Maurício e Carlos Moreno / Foto Asa Campos

 

Realização: Tucca – Associação para Crianças e Adolescentes com Câncer

Texto e direção: Paulo Rogério Lopes

Com – Maestro João Maurício Galindo, Carlos Moreno, Rubens Caribé e Sinfonietta Tucca Fortíssima

Direção musical e regência: João Maurício Galindo

Direção Geral de Produção: Ângela Dória

Assistente de direção e figurinos: Suzana Rebelov

Fotos: Asa Campos

Agradecimentos: Panificadora Essen, Panificadora Big Pão e Panis&Circus

 

*Colaborou Redação

Foto da capa: Maestro João Maurício, diretor musical de Aprendiz de Maestro, na Sala São Paulo

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

*