Clip Click

Brasil estreia oficialmente no Festival de Mirabilia

Ivy Fernandes, de Roma 

As artes circenses vão ser as últimas a entrar em cena no verão europeu (21/6 a 20/9) depois de ter sido paralisadas durante 1 ano e meio- de fevereiro de 2020 a agosto de 2021. 

O Festival de Mirabilia 2021 – que acontece no norte da  Itália, na região do Piemonte, fronteira com a França – faz sua pré-estreia em 25 de agosto e se estende até 11 de setembro  com apresentações nas cidades de Chieri, Alba, Busca, Cuneo e Savigliano, que ficam ao redor de Turim. Participam 35 empresas, de seis países com 130 espetáculos. Deve-se destacar que que várias companhias estrangeiras foram impedidas de participar pela pandemia. 

Durante o festival estão programados espetáculos de circo contemporâneo, dança, teatro, música, oficiais, vídeos e performances. Estreias nacionais e internacionais vão ser apresentadas em chapiteau (lonas), praças, teatros, jardins, pátios e museus – de acordo com rígidos padrões de saúde para garantir segurança ao público e artistas.

  .

Fabrizio Gavosto, diretor do Festival de Mirabilia 

.

Durante a coletiva de imprensa, no dia 13 de julho, o diretor artístico e idealizador Fabrizio Gavosto, do Festival de Mirabilia, conversou com o Panis & Circus: “Este ano marca a estreia oficial do Brasil no Festival de Mirabilia, em 31 de agosto, com o espetáculo Ikuemän, do artista mineiro Rafael de Paula e sua Compagnie du Chaos, que tem sede na França.” Segundo ele, são cinco artistas em cinco mastros chineses com evoluções que mostram a ligação do circo e da dança. “O tema é a perda dos pontos de referência, numa inversão da gravidade, onde um mar no céu esconderá náufragos e viajantes em busca de uma salvação talvez impossível. Um espetáculo de grande impacto.” Ikuemän significa andar na língua dos índios caiapós.

.

Espetáculo Kairos marca a pré-estreia do Festival de Mirabilia 

.

A pré-estreia do Festival de Mirabilia, com o tema “The Things Are changing”  está marcada para 25 de agosto na cidade de Busca com o espetáculo Kairos, do Teatro nelle Foglie – a mais nova produção de circo contemporâneo da companhia. 

.

Suspencion, da Madrid Cia.Nueveuno, abre oficialmente o festival

.

A inauguração oficial será dia 31 de agosto, no Teatro Toselli, com a companhia espanhola Madrid Cia Nueveuno, que apresenta Suspencion – criação que explora as ligações entre malabarismo contemporâneo, dança e ‘nouvelle magie’. Espetáculo cenográfico, que termina com jogo teatral e coreográfico entre atores no palco e vozes fora de cena.  

.

Espetáculo Colokolo: circo urbano franco-marroquino 

.

Gavosto afirma que outra grande atração do festival de 2021 é o circo urbano franco-marroquino Colokolo, com a estreia do espetáculo  Chouf le Ciel, criado em colaboração com o Festival Oriente Occidente de Rovereto. É uma mistura eletrizante de acrobacias, malabarismo e hip hop com números de báscula, que lançam os acrobatas no ar a mais de 5 metros de altura. Para Gavosto é um espetáculo de efeito cênico e também um encontro entre diferentes culturas, entre países que compartilham o mar e a  cultura do Mediterrâneo. 

.

Primeiro encontro Lambe-Lambe

Cena do projeto Lambe-Lambe

.

O festival vai sediar ainda o primeiro encontro com o Lambe Lambe, pequenos teatros em uma caixa para um único espectador, típico da tradição francesa. Haverá cinco mini-shows no palco, cada uma diferente da outra, visíveis em sequência. 

O projeto Lambe Lambe, esclarece Gavosto, foi desenvolvido para equipar esses teatros de pulga com os dispositivos necessários para uma apresentação segura – visores de plástico descartáveis para o público, placas frontais transparentes que podem ser higienizadas.

Gavosto destaca que Mirabilia será um festival presencial porque a cultura e o entretenimento são, antes de tudo, experiência e emoção ao vivo. “Os artistas precisam sentir a presença e aplauso do público – ainda mais as artes circenses contemporâneas – que depois de anos de pesquisa e ensaios querem mostrar seus shows e ver a receptividade das pessoas. ” Em seu entender, “a cultura deve e pode aproveitar todas as oportunidades do digital e da web como apoio como fez durante a pandemia e deve continuar a fazer”.  Mas é vital para a arte circense contar com a presença e o aplauso do respeitável público.

O encerramento do Festival,  em  11/9, acontece em Savigliano, no belo Museu Ferroviário do Piemonte – local onde a memória e as viagens se encontram com as artes cênicas. 

O Festival de Mirabilia  envolve  ao  todo  mais de  600 pessoas  entre  diretores, técnicos, assessores, artistas  e voluntários

Panis & Circus finaliza com a pergunta ao diretor: Qual é a fórmula do sucesso do Festival de Mirabilia?

E ele responde: “Um trabalho constante, a seleção de ótimos espetáculos e grupo de colaboradores e jovens voluntários que dão ao Mirabilia toda a energia necessária para continuar a ser um grande festival.”  

Foto da capa – Espetáculo Ikuemän – que tem direção brasileira – e significa andar na língua dos caiapós.

 

Deixe uma resposta

*