Pé na Estrada

Circo Pitanga: acrobacia em meio a cordas

 

Cena de Cordas Nupciais, no FIC / Foto Asa Campos

 

Luciana Gandelini, especial para Panis & Circus 

Transitando entre teatro, acrobacias e outras técnicas, o espetáculo Cordas Nupciais, apresentado pelo Circo Pitanga, durante o Festival Internacional de Circo, em São Paulo, mostrou belos figurinos e força e concentração na execução de números arriscados.

Cordas Nupciais foi apresentado na Lona Família Seyssel. A trupe surpreendeu o público por sua originalidade. O grupo, sediado na Bélgica, tem sua origem na Escola Nacional de Circo do Rio de Janeiro, onde seus fundadores Loïse Haenni e Oren Schreiber, se conheceram.

 

Loesi Haenni é a noiva de Cordas Nupciais / Foto Asa Campos

 

O espetáculo traz à cena um dos momentos mais importantes na vida de um casal: o casamento. A pressa e o destino os envolvem em vários acontecimentos desastrosos e engraçados. É desta forma que as situações enfrentadas pela dupla, hora amorosas, hora turbulentas, vão sendo entrelaçadas às técnicas circenses.

 

Oren Schreiber é o noivo do espetáculo / Foto Asa Campos

 

O espetáculo reuniu uma sequência de números acrobáticos executada por um casal de bufões. Entre os destaques da apresentação estão os números aéreos executados, magistralmente, por Loïse e Oren. Os artistas impressionaram ao encontrar a medida entre a força de Oren e a leveza de Loïse e ao transformarem essa mistura em uma apresentação muito potente.

 

Equilíbrio e força do casal em cena / Asa Campos

 

Encerrando a apresentação se pode parafrasear uma história de amor em que trupe e público tiveram um final feliz.

 

Artistas se conheceram na Escola de Circo do Rio / Foto Asa Campos

 

A professora Amélia Lopes, de 50 anos, se disse impressionada com a apresentação do casal. “Ela é forte e ao mesmo tempo delicada. Ele a conduziu como se ela fosse uma boneca! Nem parece que ela está fazendo números tão difíceis”, disse.

 

Figurinos de cordas é elogiado / Foto Asa Campos

 

Pedido de casamento com cordas / Foto Asa Campos

Deixe uma resposta

*