Picadeiro

“Circus” faz parte de “Luzes dos Artistas”

 

Circus é um caleidoscópio fantástico de cores e luzes, segundo o arquiteto Pannoli, um de seus criadores

Ivy Fernandes, de Roma

Luzes de Artista” é um projeto que transformou os enfeites luminosos de Natal em obras de arte. A tal ponto, que mais de 20 obras desses artistas e arquitetos especializados em arte urbana com luminosos estão expostos na Galeria de Arte Moderna de Turim.  

E “Circus” surgiu dentro desse projeto de luzes artísticas e foi encomendado e inaugurado esse mês pela Prefeitura de Salerno, cidade a beira-mar ao sul da Itália, e poderá ser visto até 15/1/2015. Seus idealizadores, os arquitetos Luca Pannoli e Maria Cristina Milanese, pretendem trazer o projeto para o Brasil.  

 

 

“Circus é uma instalação de grande efeito luminoso. De um lado, o circo é proposto como o grande espetáculo do período de Natal e Ano Novo, que agrada e fascina tanto crianças como adultos que amam a magia das cores, dos sons e das acrobacias. De outro, é uma representação perfeita, um reflexo de tudo que nos circunda. O circo é uma metáfora da vida”, explica Luca Pannoli, arquiteto e  professor da Universidade Politécnica de Turim, em entrevista ao Panis & Circus.  

Pannoli idealizou o projeto com sua mulher, a também arquiteta Maria Cristina Milanese. “A proposta nasceu do nosso desejo de realizar uma exposição alegre e festiva.”

 

 

Para o arquiteto, a obra deve transmitir ao público o espírito do espetáculo circense, que é feito de jogo, habilidade, cor, luz e magia. Na elaboração do Circus, Pannoli confessa: “Fui influenciado pelas recordações de minha infância, em que se espera com impaciência e grande expectativa as  festas de fim de ano e pelas reações de meus filhos de 9 e 11 anos, que iniciam a transição do período mágico da infância para o da adolescência.”

Com a iniciativa, Pannoli também presta homenagem ao mundo do cinema. “Do ponto de vista iconográfico fui influenciado por Federico Fellini e sua atração pelo mundo circense, que o acompanhou a vida inteira, e por Wim Wenders e seu filme O céu sobre Berlim.

 

 

“Circus” consolida o trabalho de Pannoli que participou do projeto Luzes de Artista, uma ideia do ex-assessor de Cultura de Turim, Fiorenzo Alfieri. Ele queria decorar e iluminar as ruas da cidade com luzes não convencionais. Uma seleção de projetos foi feita e os ganhadores foram Pannoli e Enrica Borghi.

Com o nome de “O amor não faz barulho”, a proposta consiste na projeção de mensagens luminosas e o uso efeitos cênicos. O sucesso foi tão grande que a ideia vem sendo apresentada em várias cidades europeias. “Luzes de Artista  tem o  objetivo  preciso  de conferir  mais  dignidade  aos  efeitos luminosos de Natal que até agora  eram  muito  banais , repetitivos e  muito antigos”, explica Pannoli.

 

 

Encarregando  arquitetos especializados  em efeitos  luminosos, a arte  urbana  foi  elevada  a um nível  superior criando  verdadeiras  obras de arte e hoje,  a  arte urbana  de  iluminaria  em plain air, Luzes de Artista   apresenta   mais de  20  obras  no  GAM de Turim (Galeria de Arte Moderna de Turim).

 

 

 

Fotos Divulgação – Cidade Salerno

Tags: , , , ,

Deixe um comentário

*