Comentários

Concerto para os bichos do seu Noé na Sala São Paulo

 

De camisolão e gorro brancos, sapatos pretos de palhaço, o seu Noé aparece no meio dos músicos de uma orquestra, dormindo com o ursinho de pelúcia dele.

Sua missão é salvar os bichos que vivem fora d’água porque ele sabia que ia chover sem parar durante muito tempo.

“A primeira parte do plano foi muito bem, pois seu Noé contou com a ajuda de toda sua família para construir uma linda arca. Mas agora vinha o mais difícil: como é que iria convencer os animais a entrarem na arca se ele só falava a língua dos homens?”

“Para isso, seu Noé recebeu a ajuda de Camille Saint-Saëns – compositor francês que transpôs para a música a língua dos bichos”, descreve o diretor, Paulo Rogério Lopes, do episódio “O Carnaval dos Animais”, da série de concertos da Tucca – Aprendiz de Maestro, que foi apresentado em 28 de abril, na Sala São Paulo, às 11 horas da manhã.

O seu Noé, interpretado com maestria pelo parlapatão Raul Barretto, avisa na primeira cena que vai cair uma “chuva brava, e tudo que está enxuto vai ficar encharcado”.

Por isso ele preparou uma arca com todos os equipamentos para salvar os bichos que vivem na terra do dilúvio.

Depois de tudo pronto, ele fala para a plateia: “Agora não falta nada”. A plateia, que tem muitas crianças, responde: “Os animais!”.

Noé tem um problema: não é fluente em “animalês”. Mas cai em suas mãos um livro de notas musicais. No começo, ele pensa que se trata de um cardápio que tem o segredo da língua dos animais: a música. 

Durante a apresentação aparecem os bichões infláveis da cia. Pia Fraus, como cangurus e galinhas.

Ao lado deles, outros animais criados pela companhia, como o leão, que tem uma coroa e solta pum, o tigre, as tartarugas, os pássaros e até o lobo mau, vão sendo chamados para a Arca, ao som da Sinfonieta Tucca Fortíssima, regida pelo maestro Luís Fidelis.

Eles são acompanhados pelos pianistas Érika Ribeiro e Miroslav Georgiev. A orquestra toca o “Sapo Não Lava o Pé, Não Lava porque Não Quer”, “Quem Tem Medo do Lobo Mau” e improvisa um cancã lento para a apresentação das tartarugas.

Ao som do contrabaixo, surge no meio do palco um elefante enorme. A criançada vibra e os adultos, também.

“O Carnaval do Seu Noé” é música para todos os sentidos.

A temporada de concertos do Tucca em 2012 comemora os dez anos da série Tucca Aprendiz de Maestro, na Sala São Paulo.

(Bell Campos)

 

Tigre inflável com a orquestra Sinfonieta Tucca Fortíssima

 

Baleia, girafa e tigre gigantes divertem as crianças da plateia

Em 28 de abril, uma baleia azul, duas girafas, um tigre – bichões infláveis da cia. Pia Fraus – estavam no hall de entrada para o encantamento das crianças, na Sala São Paulo, um dos belos locais de São Paulo, na praça Júlio Prestes, 16, nos Campos Elíseos, região central. 

Guilherme da Silva Adelino, de 10 anos, afirmou que era a primeira vez que via bichos daqueles tamanhos e gostou da baleia. “Parece o tio Alan”, disse. “Quem é o tio Alan?, questionou a reportagem do Panis & Circus. É o professor de educação física, explicou.

Alexandra Amorim Silva, de 10 anos, e Isabela Matias Luz, 9, também se divertiram com a baleia e as girafas.

Guilherme perguntou se podia subir no tigre. “Não pode, não”, respondeu  Renata de Jesus Oliveira, educadora social que trabalha no Lar das Crianças, entidade mantida pela Congregação Israelita Paulista.

Renata e Francisca Amorim da Silva, também educadora social, levaram 16 crianças para assistir a “O Carnaval do Seu Noé”, novo episódio da série Tucca – Aprendiz de Maestro. Todos os meses o projeto Tucca oferece 18 convites para a entidade, que são sorteados entre as crianças.

Antes de entrar na sala de concertos, Guilherme, que já viu dez espetáculos do projeto Tucca,  virou para a repórter Bell Campos, do Panis & Circus, e disse: “Foi um prazer conversar com você e conhecê-la”.

“Igualmente, Guilherme”.        

Cangurus conversam em “animalês” com a orquestra

 

Ficha técnica do espetáculo

Realização – Tucca (Associação para Crianças e Adolescentes com Câncer).

Texto e direção – Paulo Rogério Lopes.

Elenco de atores – cia. Pia Fraus e Raul Barretto.

Coordenação artística da Pia Fraus – Beto Andreetta.

Orquestra – Sinfonieta Tucca Fortíssima.

Regência – maestro Luís Fidelis.

Pianistas – Érica Riberiro e Miroslav Georgiev.

Pesquisa musical – maestro João Maurício Galindo.

Assistente de direção – Suzana Rebelov.

Direção de produção – Ângela Dória.

 

Elefante sobe na Arca de seu Noé

 

Projeto Música para a Cura

A associação Tucca, em parceria com o hospital Santa Marcelina, na zona leste paulistana, cuida das crianças em ambiente alegre e repleto de brinquedos.

Os concertos são realizados, e toda a renda da bilheteria é doada ao projeto Música pela Cura desde 2002.  A associação conseguiu curar pelo menos 1.500 crianças e adolescentes.

O objetivo da doação é financiar tratamentos das crianças e ajudar a manter o hospital. O projeto leva a assinatura dos médicos Sidnei Epelman e Cláudia Epelman, presidente e vice-presidente da Tucca, respectivamente.

Há vários patrocinadores: Pinheiro Neto Advogados, Valeo, Ypê, Comexport, Itaú, Credit Suisse, Novartis Oncologia, entre outros, por meio da Lei Rouanet.

Compre ingressos no link abaixo:

ingressos@tucca.org.br

Conheça a Tucca entrando em seu site:

www.tucca.org.br

Link para a Sala São Paulo:

www.osesp.art.br/portal/paginadinamica.aspx?pagina=salasaopaulo

Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

*