Picadeiro

Curso de palhaçaria segue na plataforma do Sesc

.

.

Fernando Paz, Marcelo Castro, Fernando Sampaio, Filipe Bregantim/Foto Matheus José Maria

.

Fernanda Araújo especial para o Panis & Circos

Palhaço não nasce palhaço – e o amigo leitor já percebeu isso faz tempo. O palhaço é um profissional inteligente, que presta atenção nos detalhes, que normalmente sabe um pouco de tudo, e que se faz de bobo, mas não é. E como a arte circense também se aprende na escola – vide o sucesso dos artistas contemporâneos –uma das atividades formativas de maior destaque de Circos – Festival Internacional Sesc de Circo 2021-  está sendo o curso Fundamentos da Palhaçaria e Comicidade Física, da Companhia de Circo e Teatro LaMínima.

Lançado no dia 3 de setembro, o curso segue disponível de modo gratuito na plataforma doSesc. Para acessar, basta fazer um cadastro no site da instituição, com dados pessoais, nos moldes de ingresso das demais atividades formativas, confirmar cadastro por e-mail e ativar a conta.

Link- https://ead.sesc.digital/cursos/course-v1:sescsaopaulo+c006+2021_palhacaria/sobre

Bastante didático, o curso foi gravado em pacotes de seis videoaulas temáticas: Dramaturgia, Entradas Clássicas, Circo de Rua, Música Excêntrica, Pantomima e Comicidade física. E além do material visual, a trupe preparou uma bibliografia complementar, com apostila, textos e referências para apoiar e aprofundar cada um dos temas. O acesso é ilimitado, ou seja, sem número mínimo de participantes, o que proporciona a inclusão de amadores e artistas de todos os cantos.

“Para nós foi incrível colocar no papel, de alguma maneira, o que estamos trabalhando nesses 25 anos. Tomara que tenha alcançado todos os interessados”, explica Fernando Sampaio, fundador da LaMínima, sobre a abrangência do curso.

.

Música Excêntrica em Fundamentos da Palhaçaria / Foto Matheus José Maria

.

O que o público confere é um misto de apresentação de técnicas, com vivências emocionantes, relatos inspiradores, pinceladas históricas e reflexões. Uma imersão no trabalho do Palhaço mas, sobretudo, uma luz para que cada um encontre seu estilo próprio.  “(Apresentamos) Os principais fundamentos da palhaçaria e da comicidade física com base na nossa experiência para que você se inspire a experimentar e criar seus próprios espetáculos”, explica Sampaio no vídeo introdutório.

.

Os “professores”: Marcelo Castro, Fernando Sampaio e Fernando Paz / Foto Matheus José Maria

.

Além dos integrantes do La Mínima – o mestre Fernando Sampaio e os artistas Fernando Paz, Filipe Bregantim e Marcelo Castro –  o curso conta com convidados especiais, como Alexandre Roit, que tratou de questões como o circo de rua; o músico Marcelo Pellegrini, falando de instrumentos excêntricos; e o diretor Álvaro Assad, compartilhando suas experiências sobre gestualidade na pantomima.

.

.

Sampaio lembrou que há poucos cursos no mercado e o ensinamento dessa arte, especificamente, ainda é transmitido de forma oral, o que é excelente, mas dificulta o acesso a informação para um número maior de pessoas. 

O primeiro vídeo começa com o que Sampaio chamou de “coração do trabalho de criação”: a dramaturgia para espetáculos de palhaçaria, o percurso narrativo e visual que muitas vezes é o grande diferencial para a coesão e comunicação da obra com o público. E trouxe alguns pontos para pensar nessa tal dramaturgia: vontades e inspirações; pesquisa; roteiro e adaptações; música; e escolha de técnica.   

O curso foi desenvolvido com a consultoria do núcleo de circo da Gerência de Ação Cultural do Sesc São Paulo.

Como é de se esperar em um curso de ensino a distância, falta um momento de interação com o público, mas é certo que o projeto cumpriu com a proposta de entregar um material de qualidade e inspirador.  

.

A Companhia (pelo Sesc)

.

A LaMínima é uma companhia de circo-teatro criada em 1997 pelos atores e palhaços Domingos Montagner e Fernando Sampaio, que se conheceram no Circo Escola Picadeiro. O primeiro espetáculo da dupla mesclava comicidade física e trapézio e deu nome ao grupo: chamava-se LaMínima Cia. de Ballet. Com ele, descobriram a vocação para a arte circense e popular, já reunindo o humor físico, as paródias acrobáticas e o hibridismo com outras linguagens artísticas, características que passaram a marcar o elenco. 

Em seguida, estrearam o espetáculo À La Carte, produzido por Luciana Lima, que se juntou à companhia. Em mais de duas décadas, o grupo cresceu, e seus integrantes criaram, produziram e apresentaram mais de 15 espetáculos fundamentados na arte do circo e do palhaço, primando pela originalidade, autoria e dramaturgia. Na rua, no teatro e no picadeiro, as apresentações da LaMínima atraem públicos de todas as idades e tratam de temas como amizade, intolerância e exploração da fé, de forma tão ampla que conseguem transitar entre a literatura clássica, os parques de diversão, a arte medieval, os quadrinhos, o cinema, a ópera ou os programas de rádio, sempre sob o olhar do palhaço. Em 2010, Filipe Bregantim e Fernando Paz passaram a integrar o núcleo de criação da companhia. 

Em todos esses anos, levaram este repertório para todo o Brasil, pelo qual receberam diversos prêmios. www.laminima.com.br.

Serviço
Clique no link abaixo para se matricular no curso:
https://ead.sesc.digital/cursos/course-v1:sescsaopaulo+c006+2021_palhacaria/sobre

Legenda Foto de Capa – Fernando Sampaio, mestre em palhaçaria, como Monga/Foto Asa Campos  

Deixe uma resposta

*