Anote

Editora do Panis & Circus participa de sabatina da “Folhinha” com Ziraldo neste sábado, 19/5. Confira as atrações circenses do final de semana na cidade de São Paulo.

 

Bate-papo com o criador do famoso Menino Maluquinho

Neste sábado, 19/5, ocorre mais um “Evento Folha”, desta vez, a “Roda/Sabatina da Folhinha para Pais e Crianças com Ziraldo”, no auditório do MAM, no parque Ibirapuera, às 16h.

A equipe desse caderno infantil vai perguntar a Ziraldo sobre sua obra e momentos relevantes da carreira dele como escritor, cartunista, autor de histórias em quadrinhos e editor do “Pasquim”.

A editora-chefe do site Panis & Circus, Mônica Rodrigues da Costa, é a jornalista convidada para participar do evento.

Os entrevistadores da Folha serão Laura Mattos, editora da “Folhinha”, Morris Kachani, repórter especial da Folha, e Diego Assis, editor do UOL Entretenimento, segundo a Folha de S.Paulo de 16/5.

Mônica Rodrigues da Costa é especializada em jornalismo cultural para crianças e adultos. Trabalhou na Folha de S.Paulo de 1987 a 2004, como editora da “Folhinha” e crítica de teatro.

Em 2005, criou “A Tardinha”, caderno para crianças de A Tarde. A partir de 2008, tornou-se colaboradora da Folha, onde participa da seção semanal Eleitos/Criança, da revista “sãopaulo”, e escreve quinzenalmente crítica de teatro para crianças no “Guia da Folha”

O evento “Roda/Sabatina da Folhinha para Pais e Crianças com Ziraldo” é público, direcionado a todos os leitores da Folha. Para participar, você deve fazer logo a sua inscrição, pelo telefone (11) 3244-3473, das 14h às 17h, ou mande um e-mail para eventofolha@grupofolha.com.br, informando seu nome, R.G., telefone e de qual evento deseja participar. É necessário ainda informar a idade da criança que participará.

Endereço da Roda/Sabatina da Folhinha para Pais e Crianças com Ziraldo – Auditório do MAM (av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, dentro do parque Ibirapuera).

Data e horário – Sábado, 19 de maio, às 16h.

 

 Artes do cartunista poeta

 

Mineiro de Caratinga, Ziraldo, de 79 anos, tem o mérito de ter criado no Brasil o livro de arte para crianças. “Flicts” (1969, Melhoramentos) é o grande legado do livro-objeto para esse público, seguido de “O Menino Maluquinho” (1980), campeão de vendas e traduzido em diversas línguas.

Ele publica a maioria de seus livros pela editora Melhoramentos e tem mais de cem aventuras, que tratam de travessuras da infância e de sentimentos alegres e tristes, em prosa e em verso, todas com design inventivo e com ilustrações próprias, influenciadas pelo cartum.

Autor premiado, por exemplo, em 1990, com o prêmio europeu de ilustração “Caran D’Ache”, Ziraldo criou milhares de charges e foi editor de tabloides, revistas e páginas de jornais. O “Pasquim” é o mais famoso deles, veiculado nos anos de ditadura militar no Brasil.

“A Turma do Pererê” (1961) foi sua primeira história em quadrinhos. Há várias de suas obras destinadas ao leitor adulto. Entre as publicações para crianças, estão “O Menino Quadradinho” (1989), a coleção ABZ (1991), sobre as letras do alfabeto, e as séries com o personagem Bichinho da Maçã (1981 e em outros anos).  

 

AGENDA

 

 

Domingos Montagner e Fernando Sampaio, em “A Noite dos Palhaços Mudos”/ Foto Carlos Gueller/Divulgação

Vida imita arte em “A Noite dos Palhaços Mudos”, da cia. La Mínima

 

“A Noite dos Palhaços Mudos”, com Fernando Sampaio, Domingos Montagner e Fernando Paz, voltou a cartaz para quatro únicas apresentações. Marcelo Castro é o “stand in”.

 Os atores Montagner e Sampaio ganharam o prêmio Shell em 2009.

 O espetáculo conta a história de dois palhaços mudos, mas tão expressivos que a palavra falava fica destituída de função. A direção é de Alvaro Assad, que assina com o La Mínima o roteiro e a adaptação, além da preparação mímica.

 Através da mímica, dos movimentos calculados, das caras de sustos e das armadilhas que só os palhaços sabem pensar, a dupla representa a perseguição dos personagens por uma seita maligna, que passa a caçá-los até arrancar o nariz de um deles.

O enredo foi adaptado de história em quadrinhos do cartunista Laerte, não diz respeito à real cotidiano, ainda que represente a intolerância humana. Essa representação da representação mexe em todos os signos do espetáculo, reduplicando-os, “retraduzindo-os”.

Por exemplo, truques de ilusionismo (Volkcane) se misturam ao jogo mágico de luz e sombra que a iluminação de Wagner Freire propõe, fazendo a dupla de palhaços aparecer e desaparecer dos espaços marcados pela cenografia (La Mínima) como se houvesse ali um “deus ex machina”.

“A Noite dos Palhaços Mudos” conquistou o coração do paulistano, leigo, que quer se divertir, ou especialista. Foi eleito em 2008 como um dos três melhores espetáculos pelo “Guia da Folha” (Folha de S.Paulo) e pela revista “Bravo”.

 

Em cartaz em 22, 23, 29 e 30 de maio, terças e quartas, às 21h00, no Espaço Parlapatões. 60 minutos. Endereço: praça Franklin Roosevelt, 158, tel. (11) 3258-4449. Ingressos: R$ 15 e R$ 30. Bilheteria: de terça a domingo, das 16h00 às 22h00.

 

 

 

“Jucazécaju”

 Adaptação da história “As Asas de Crocodilo”, do escritor e ilustrador Gilles Eduar, o espetáculo foi concebido por Carla Candiotto (cia. La Plat Du Jour) e Rodrigo Matheus (Circo Mínimo). “Jucazécaju” usa técnicas circenses e de teatro para contar a história de três jacarés.

A diretora e atriz Candiotto é ganhadora dos prêmios FEMSA 2011 por “Histórias por Telefone” e APCA 2011 por “Histórias por Telefone”, “A Volta ao Mundo em 80 Dias” e “Sem Concerto” (Circo Amarillo) nas categorias de Melhor Direção. Matheus é ator e o fundador da cia. Circo Mínimo.

A partir de 26 de maio no Teatro Alfa.

 

“O Mistério no Expresso Oriente”

Cinco palhaços contam uma história de mistério e assassinato que ocorre em um trem. Trata-se de adaptação livre de “O Assassinato no Expresso Oriente”, de Agatha Christie (1890-1976), com direção de Maristela Chelala. Elenco: Bruno Cavalcantti, Fabricio Licursi, Fernanda Castello Branco e outros.
Em cartaz no Sesc Ipiranga (rua Bom Pastor, 822, tel. 11-3340-2000. No domingo, às 11h00. Até 27/5.  

 

“Caravana”

O Sesc Pinheiros apresenta “Caravana – Memórias de um Picadeiro”, do Circo Roda, até 20/5. Trata-se de homenagem ao circo itinerante brasileiro, com números de palhaços, acrobacias de solo e aéreas, entre outras atrações.

 

Trixmix Cabaret

Em quintas-feiras alternadas, às 21h30, no Studio Emme, à rua Pedroso de Moraes nº 1.036 em São Paulo. O espetáculo reúne dança, circo, humor e números inusitados com talentos da atualidade.

 

“Mistero Buffo”

A companhia La Mínima abriu as comemorações de 15 anos de existência em 2012 com a apresentação de “Mistero Buffo” (1969), adaptado do texto de Dario Fo, ganhador do Prêmio Nobel em 1997.

A comédia estreou em 22/3 no teatro Sesi-SP (av. Paulista, 1.313, na capital paulista).

“Mistero Buffo” tem direção de Neyde Veneziano e satiriza eventos trágicos que a humanidade nunca supera: ganância, fome, exploração, pobreza, conforme explica a diretora.

O grupo La Mínima, dos atores-palhaços Fernando Sampaio e Domingos Montagner, encena quatro histórias inspiradas em passagens bíblicas. A dupla representa 20 personagens.

Participam da montagem o ator e palhaço Fernando Paz, como parceiro sonoro (trilha musical ao vivo); Marcelo Pellegrini, na direção musical; André Carrico, como tradutor do texto de Dario Fo, em parceria com Neyde Veneziano, entre outros profissionais.

A bufonaria mistura-se à arte circense. Veneziano alia gags dos palhaços a gírias regionais para adaptar os diferentes dialetos explorados pelo dramaturgo italiano.

A peça explora a linguagem dos “jograis”, jornais orais em que artistas usavam técnicas de palhaços e de contadores de histórias para noticiar as novidades da corte.

“Esses narradores eram diferentes dos menestréis e dos bobos da corte, que trabalhavam somente nos castelos. Entre uma situação e outra do espetáculo, paramos e damos uma introdução histórica ao público, um prólogo, sobre as situações que vamos narrar. Com isso, a plateia se diverte e também se informa. Dario Fo faz isso. Nesses momentos, falamos como pessoas, não como personagens”, disse Domingos Montagner.

“Mistero Buffo” faz parte das comemorações do Momento Brasil-Itália e é uma produção do Sesi-SP.

Link: www.sesisp.org.br/cultura/teatro/mistero-buffo.html

 

“Homens de Solas de Vento”

Roteiro de Bruno Rudolf e Ricardo Rodrigues. A peça da cia. Solas de Vento não usa palavras e explora técnicas circenses. A trama mostra dois estrangeiros detidos na sala de imigração de um aeroporto.
No teatro Cacilda Becker (rua Tito, 295, Vila Romana, Lapa, região oeste. Tel.: 3864-4513). 60 minutos. 198 lugares. Sextas e sábados, às 21h00; domingos, às 19h00. Até 20/5. Preço: R$ 10.

 

“Gravidade Zero”

De Mario Bortolotto e com direção de Elias Andreatto. Solo de Rodrigo Matheus. Em números aéreos de picadeiro, Matheus representa um personagem que critica a vida. A montagem integra a mostra de repertório da companhia Circo Mínimo.
No teatro da União Cultural (rua Mário Amaral, 209, Paraíso. Tel.: 2148-2904). 50 minutos. 285 lugares. Sextas e  sábados, às 21h00; domingos, às 20h00. Até 29/5. Preço: R$ 20.

 

“Menor que o Mundo”

Com texto e direção de Leonardo Moreira. Elenco: Alvaro Barcellos, Leticia Doretto, Marco Vettore e outros. A cia. Nau de Ícaros adapta para o palco poemas de Carlos Drummond de Andrade com técnicas de teatro e circo.
No teatro do Sesi-SP, no Centro Cultural Fiesp Ruth Cardoso (av. Paulista, 1.313, Bela Vista. Tel.: 3146-7405). 70 minutos. 456 lugares. Sábados e domingos, às 16h00. Até 8/7. Grátis. Retirar ingressos com 30 minutos de antecedência.

 

PPP@WllmShkspr.Br

Texto: Adam Long, Jess Borgeson e Daniel Singer, com tradução de Bárbara Heliodora e direção de Emilío di Biasi. Elenco: Hugo Possolo, Raul Barretto e Alexandre Bamba. A trama monta um panorama, em forma de comédia, das histórias trágicas e cômicas de William Shakespeare.
No Espaço Parlapatões (praça Franklin Roosevelt, 158, República. Tel.: 3258-4449). 90 minutos. 100 lugares. Sábados, às 21h00, e domingos, às 20h00. 90 minutos. Até 20/5. Preço: R$ 30.

 

“A Volta ao Mundo em 80 Dias”

Adaptação livre de romance de Júlio Verne por Carla Candiotto e Pedro Guilherme e com direção de Candiotto, a peça mostra a viagem de um cientista e seu auxiliar. Elenco: Bruno Rudolf e Ricardo Rodrigues.
No Teatro Folha, no shopping Pátio Higienópolis (av. Higienópolis, 618, Consolação, região central. Tel.: 3823-2323). 60 minutos. 305 lugares. Aos sábados e domingos, às 16h00. Até 27/5. Preços: R$ 15 e R$ 30.

Link: www.teatrofolha.com.br

 

“Jogando no Quintal – 10 Anos”

O espetáculo é um jogo de improvisação realizado por dois times de palhaços bem engraçados. A plateia se divide em torcidas que escolhem os melhores números.

Link: www.jogandonoquintal.com.br/agenda/

 

“João  e o Pé de Feijão”

Até 27 de maio  no Teatro União Cultural. Direção de Carla Candiotto. Com Fernando Paz e  Rodrigo Matheus. Texto: Carla Candiotto e Rodrigo Matheus. Contrarregra e  manipulação: Luís Ângelo Pizzonia. Coreografia: Chris Belluomini. Cenografia e  figurinos: Kléber Montanheiro. Trilha sonora: Túnica. Iluminação: Douglas  Valiense. Fotografia: Luiz Doroneto e Paulo Barbuto. Ingressos: R$ 20.  Temporada: sábados e domingos, às 16h00. Censura: livre. “Circo Mínimo Mostra Repertório” – Essa companhia comemora 24 anos de existência e apresenta peças de seu repertório. Entre as peças, está também “Gravidade Zero”.

Link: www.circominimo.com.br/

 

“Tarde de Palhaçadas”

 

Palhaços realizam reprises clássicas do picadeiro no teatro.

Autor e diretor: Jairo Mattos. Elenco: André Ceccato, Carlos Baldim, Fabio Neppo e Julia Mariano.
Em cartaz no Teatro Ruth Escobar  (rua dos Ingleses, 209, Morro dos Ingleses, tel. 3289-2358). Sábados e domingos, às 16h. Até 28/7.

 

ESPECIAL

Concertos do Projeto Música pela Cura

Em benefício de crianças e adolescentes com câncer, o dinheiro dos ingressos dos espetáculos será entregue à TUCCA (Associação Para Crianças e Adolescentes com Câncer). A associação trabalha em parceria com o Hospital Santa Marcelina, que cuida desse projeto, responsável pela série de concertos para crianças Aprendiz de Maestro.

Os espetáculos têm regências dos maestros João Maurício Galindo – um dos criadores da série – e Luís Fidelis.

Link: www.tucca.org.br/eventos/agenda.asp;

 

 

LONA

Circo Spacial

No domingo, 27/5, o Circo Spacial apresenta espetáculos perto da represa Guarapiranga (av. Robert Kennedy, 2.800), às 16h, às 18h e às 20h30.

 

“Quyrey – Uma Aventura na Selva” e espetáculo com Patati e Patatá – Circo dos Sonhos

No primeiro espetáculo, duas crianças são convidadas a subir ao picadeiro, entram num armário e viajam por uma selva encantada, representada por números aéreos e de equilíbrio.

Link: www.circodossonhos.com/espetaculo/quyrey

 

Circo Stankowich

Traz números de ilusionismo, malabarismo e globo da morte, além de exibir trapezistas em saltos mortais. 

Link: www.stankowich.com.br/

 

Atenção: Não saia de casa sem confirmar se haverá espetáculo porque ocorrem mudanças de última hora.

 

CURSOS

Fábrica de Cultura

Governo de São Paulo inaugura Fábrica de Cultura, com cursos de dança, música, artes plásticas, teatro, multimeios, xadrez. Nos cursos de circo, você escolhe entre clown, acrobacias aéreas ou solo.

Com 6 mil m² e totalmente equipada com estrutura e instrumentos para oferecer atividades artísticas de formação e difusão, a Fábrica de Cultura da Vila Curuçá, na zona leste de São Paulo, já virou ponto de encontro de toda a comunidade do bairro. Inaugurada em dezembro do ano passado, ela oferece 1.200 vagas em oficinas para crianças e jovens de 9 a 18 anos, com aulas durante a semana. Aos sábados e domingos, o espaço é aberto para que toda a comunidade assista a apresentações culturais e participe de workshops abertos.

Funcionamento: As aulas acontecem de terça a sexta, das 9h00 às 12h00 e das 14h00 às 17h00. Aos sábados ocorrem os cursos livres (sem necessidade de inscrição) e, aos domingos, as atividades de difusão cultural, que incluem shows e espetáculos no auditório.

Rua Pedra Dourada, nº 65, Vila Curuçá.

Tels.: (11) 2016-3316 e begin_of_the_skype_highlighting 2016-3316      end_of_the_skype_highlighting 

Os outros endereços se encontram no link abaixo.

www.fabricasdecultura.sp.gov.br/index.html

 

Tags: , , ,

Deixe um comentário

*