Clip Click

“Estranho” homem-banda chama atenção

 

 

Maurolauropaulo, personagem de Mauro Bruzza, toca vinte instrumentos em suas intervenções no Sesc Consolação, Belenzinho e Vila Mariana    

Bruna Galvão, especial para o Panis & Circus

De repente, o hall do Teatro Anchieta, no Sesc Consolação, é tomado por uma infinidade de sons, cujo mais grave faz bum-bum-bum! Um pouco estranho para quem está de costas ou um pouco distante dali na tentativa de tentar entender o que significa tanto barulho, mas mais estranho ainda, para quem está de frente e vê um homem franzino com uma parafernália de instrumentos nas costas, tal como um “caracol musical”.

Em poucos segundos, o som ganha mais força e os presentes passam a compreender que o que veem nada mais é do que um típico Homem-Banda. Com a força do som, Maurolauropaulo (personagem de Mauro Bruzza) ganha mais atenção do público e parte com uma pequena corja de seguidores, debaixo de chuva, para o pátio de entrada do Sesc Consolação, na sexta-feira, 23/5, às 20h.

 

 

Quem está ali tomando um café ou lendo um livro, é também surpreendido por esse homem tão “incomum”. Maurolauropaulo, munido de chocalhos, pratos, bumbos, acordeão e apitos, além de uma garrafa de água e de um equipamento que dispara confetes, durante a sua apresentação de cerca de meia hora, a qual é parte integrante de Circos  – Festival Internacional Sesc de Circo, que aconteceu de 23/5 a 1º de junho nas unidades Sesc da capital paulista e de Santo André.

“Vocês querem uma música alegre ou triste?”, pergunta ele à plateia, que cresce a cada minuto, várias vezes durante o espetáculo. “Alegre!”, todos respondem. E é mesmo alegria o que sai de cada um dos 20 instrumentos, que pesam 18 quilos, nas costas daquele homem de 60 quilos. Suas músicas mesclam paródias e improvisos musicais, além de conversas com o público. Como se não bastasse, Maurolauropaulo ainda interrompe a apresentação para tirar fotos com uma fã que não poderia esperar até o fim da apresentação para isto.

 

 

“O Homem-Banda” surgiu em 2008, em Porto Alegre-RS. Segundo Mauro Bruzza, a ideia do espetáculo nasceu porque ele queria ser independente e fazer algo sozinho. No entanto, depois descobriu que o que Maurolauropaulo gosta mesmo de fazer, é cantar e tocar junto com o público.

No improviso de sua primeira apresentação, ele canta: “Hoje cheguei aqui e estava chovendo/e achei que ninguém ia vir”, para delírio da plateia. As intervenções de “O Homem-Banda” seguem para unidades do Sesc Belenzinho e Vila Mariana. 

Apresentações: 

Sesc Belenzinho

Dia 27/5 às 19h30

Dia 28/5 às 19h30

Dia 29/5 às 19h30

Sesc Vila Mariana

Dia 30/5 às 20h

Dia 31/5 às 20h

Dia 1/6 às 17h

As apresentações de “O Homem-Banda” são gratuitas em todas as unidades.

 

Ficha Técnica
Mauro Bruzzo, atuação e direção.

 

Fotos/Agatha Marina Tibiriça   

Tags: , , , ,

One Response to "“Estranho” homem-banda chama atenção"

  1. Eu achei o homem banda e muito divertido
    Engraçado faiz muta palhaçada.

Deixe um comentário

*