Clip Click

Picadeiro a céu aberto no Festival de Mirabilia

 

 

Do guarda de trânsito aloprado ao homem-árvore, espetáculos de rua convidam ao riso e à reflexão

Bell Bacampos, da Redação

Os artistas invadem as ruas e praças de Fossano, na Itália, e atraem milhares de pessoas durante o Festival de Mirabilia, de 18 a 22 de junho.

Um arlequim dos tempos modernos, o chileno El Karcocha apresenta “El Coche” (A Carruagem). Com apenas um apito, o arlequim assume o papel de guarda de trânsito destrambelhado que para os carros, retira objetos de dentro deles, limpa os vidros, provoca os motoristas e seus acompanhantes, pega carona; em síntese, um improviso artístico que conquista a plateia aglomerada para vê-lo atuar na rotatória da entrada da cidade de Fossano, na sexta-feira (19/6). Ele é irônico ao se deitar no chão e fazer poses “sexy” para o fotógrafo Asa Campos, do Panis & Circus, na via Giardini Pubblici, no domingo (22/6).

 

Mario Levis, caracterizado como árvore / Foto Asa Campos

 

Homem-árvore: acordes paradoxais      

No Castello delle Essenze, o impacto da imagem paradoxal da apresentação “The Saw Player Tree” (A Árvore que Toca Serra),  do artista italiano Mario Levis. Caracterizado como uma árvore – cabeça coberta de folhas, corpo em forma de tronco e pés como raízes –, ele se senta em um banquete e tira sons melodiosos de uma serra como se ela fosse um violino e não o instrumento utilizado para serrar árvores. Ele encanta as crianças no castelo. Mario Levis disse à reportagem do Panis & Circus que esteve no Brasil, país que considera “bonito por natureza”, e visitou a Chapada Diamantina.

 

O glamour do humor

O trio de GlamHumour / Foto Asa Campos

 

De perucas azul, cor-de-rosa e lilás, elas (as italianas Anna Marcato, Tania Furia e Rosella Bellantuono) formam o trio Le Sirene – o nome em si já é uma ironia – e apresentam “GlamHumour”,  em que fazem uma paródia de uma cantata (ver vídeo na capa) enquanto trocam de roupa e dançam um cancã improvisado. Em dado momento, parecem ficar nuas com seus collantscor de pele e fazem graça ao citar suas “formas perfeitas” durante a apresentação na Praça Bima, no sábado (21/6), às 17 horas. Em conversa com a reportagem do Panis & Circus, em um restaurante, elas destacaram que o número é novo e dirigido por Rita Pelusio, comediante conhecida na Itália.

 

Bicicleta e baleia voadora

Trio de acrobatas em “La Baleine Volante” / Foto Asa Campos

 

Em cima de uma bicicleta, o trio (Claire Ruiz, Alice Roma e Damiano Fumagalli) faz acrobacias surpreendentes tecnicamente na apresentação de “La Baleine Volante” (A Baleia Voadora). A certa altura da apresentação, uma mulher escolhida na plateia é vestida com um largo vestido – que é preenchido com bolas de gás – e os três artistas a carregam como se ela estivesse voando na Praça XXVII Marzo. 

Claire Ruiz frequentou a ESAC – École Supérieure des Arts du Cirque, na Bélgica,  na mesma época  da brasileira Maíra Campos, do Circo Zanni e Artinerant´s. (Ver nessa edição do Panis & Circus, na seção Pé na Estrada, o espetáculo de rua “Vizinhos”, do Artinerant´s em São Paulo/Brasil.)

 

Cabeça na bandeja

Olga e sua cabeça passeiam em Fossano / Foto Asa Campos

 

No Castello delle Essenze, Olga, da “Funny Comedy Visual”, passeia sua cabeça, descolada do corpo, servida em uma bandeja, em um carrinho parecido com os que vendem alimentos, na sexta-feira (19/6). 

 

Desfile: encontro do séc. 21 com o séc.19

Apresentação da trupe “Voyages Extraordinaires” na Via Roma / Foto Asa Campos

 

Na Via Roma, no sábado (21/6), às 18h, acontece a “Steampunk Parade”, do grupo italiano Voyages Extraordinaires (Viagens Extraordinárias), que mostra o encontro entre a sofisticada tecnologia do século 21 e a busca da beleza das formas do século 19, e que resulta em um espetáculo contemporâneo criativo.

 

Mala gigante e bailarina peluda

Capucine e sua mala de viagem / Foto Asa Campos

 

É possível ver sair de dentro de uma mala gigante, às 21h30, na Praça XXVII, distante uma quadra da Via Roma, “Capucine”, um espetáculo da companhia Milo&Olivia – descrito como um cabaré “clownesco” com pitadas de sensualidade.

Luigi Ciotta e sua bailarina / Foto Asa Campos

 

Vestido de bailarina com saia de tule rosa, barriguda, com pelos no peito, o artista italiano Luigi Ciotta faz rir com seu burlesco “Sweet Dreams” (Doces Sonhos).  

O artista chileno Flash Gonzalez faz seu show de mágica com graça, à noite, na Via Roma, e no final aparecem duas placas: uma, pede Aplausos, a outra agradece com a “Thank$”  (Obrigado) e passa o chapéu!  Provoca risadas.

 

Flash Gonzalez e seu show de mágica / Foto Asa Campos

 

Em cada praça e em cada rua, os espetáculos circenses de rua no Festival de Mirabilia são uma festa de cores, música, magia e humor.

 

 

Postagem: Alyne Albuquerque

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

*