Capa

Última sexta-feira para ver o espetáculo Balbúrdia, às 20h, no Youtube. Confira, por meio das estripulias de uma ‘macaca’, o retrato bem humorado do cotidiano ‘de ponta cabeça’ de um casal.

.

.

Sexta-feira, 6/8, é o último dia para ver Balbúrdia, espetáculo, da cia. Artinerant´s, dos artistas Maíra Campos e Nié Pedro, integrantes também do Circo Zanni, no Youtube, às 20 horas.

Para ver Balbúrdia no Youtube acesse: https://www.youtube.com/channel/UCyg_cfCbDO0eFDdehmitMtg).

Balbúrdia expressa situações de ternura e tensão no palco-picadeiro. Desde uma corrida de carros formada por carreteis até os passos que se encontram num fio.

Em uma cena o acrobata usa de uma esmerilhadeira que produz barulho e faíscas enquanto a equilibrista desce por cordas ao som de música clássica – quase operística. Ao descer das cordas de ponta cabeça ela consegue encontrar o ombro amigo do companheiro de travessia da vida.

Em outra cena, a mulher, mais irônica, faz pirraça e fica com a ‘macaca’ diante das peripécias do companheiro. Ele monta um castelo de madeira de equilíbrio tênue que pode desmoronar a qualquer momento, assim como o amor.

.

.

.

Os espetáculos, Vizinhos, Balbúrdia e Cachimônia compõem a 1ª Mostra de Repertório da cia. Artinerant´s e foram gravados em março, sem a presença do público por conta da pandemia, sob a lona do Circo Zanni, instalada no quilômetro 26 da Rodovia Raposo Tavares. A formatação adotada para exibir esta mostra de Repertório da Artinerant´s é resultado de adaptação de um projeto aprovado no ProAc Expresso da Lei Aldir Blanc, que iria realizar circulação documentada dos espetáculos em cidades do interior de São Paulo. Por causa da pandemia, as apresentações presencias foram suspensas. Foi então que o grupo optou por gravar os espetáculos para levá-los ao público por meio do Youtube.  

.

Confira o que falam sobre Balbúrdia

.

Centrado em números de apoio e equilíbrio, Balbúrdia tem seu ponto alto nos números em que os artistas se unem numa mesma intenção, como numa engenhosa sequência em que Maíra Campos, caminhando no arame, encontra os pés de Nié Pedro, que deitado de pernas para o ar numa rede abaixo do fio, cria com ela um passo espelhado que ancora o caminhar da artista, desenhando uma metáfora e tanto para o equilíbrio muito tênue, mas firme, que sustenta as relações de amor mesmo em meio a tanta balbúrdia”.

Beatriz Antunes, editora autônoma e coautora com João Bandeira de “De gatos e galáxias – Trajetória poética de Haroldo Campos.

.

.

“Balbúrdia principia contrariando frontalmente o significado de bagunça embutido no título. A resultante da articulação entre aparelhos, figurinos, movimentação e expressividade corporal da dupla (Maíra Campos e Nié Pedro) atinge aquele grau de beleza capaz de provocar enlevo nas plateias”.

Beth Néspoli, crítica e jornalista.

.

.

“O vai e vem de situações conflituosas, afetivas e embaraçosas culminam numa belíssima cena de dança – um bolero que resume toda a intensidade retratada ao longo das cenas. Além disso, a iluminação impecável e uma trilha sonora que mistura música erudita, chorinhos e contemporânea contribuíram para dar um tom casual e divertido ao espetáculo.”

Mariana Campos, jornalista e produtora cultural.

Serviço: Balbúrdia

Local: Canal do Youtube de Artinerant’s – https://www.youtube.com/channel/UCyg_cfCbDO0eFDdehmitMtg

Dia: 6/8

Horário: às 20h

Classificação etária- livre

Duração: 50 minutos

Ficha técnica

Direção: Lu Lopes


Elenco: Nié Pedro e Maíra Campos

Cenografia: Cris Decot

Figurino: Artinerant’s

Desenho de luz: Paulo Souza

Cenotécnica e contrarregragem: Edimar Santos

Trilha Sonora: Artinerant’s e Lu Lopes

Produção: Eu.Circ (Marina Ferreira)

Fotos – Paulo Barbuto

Deixe uma resposta

*